PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

COMO ADQUIRIR PÁSSARO SEM ASAS



COMO ADQUIRIR PÁSSARO SEM ASAS
(Genaura Tormin)

Sou de Florianópolis,... Se tiver uma forma de eu adquirir seu livro agradeço. Ida Zaslavsky

PÁSSARO SEM ASAS está em 6ª edição, revista e atualizada.
Tem 409 páginas, capa em policromia e não tem em livrarias. Cada edição vai se esgotando sem passar pelas livrarias.

O valor é de 60,00 cada livro (sessenta  reais, já com o frete pago), quantia que será depositada na conta 507961-6, agência 1126-6 do Banco do Brasil, Goiânia-Go, em nome de Genaura Maria da Costa Tormin.

Em seguida, confirme por e-mail, enviando o nome e endereço corretos, com CEP e, caso queira uma dedicatória, informe o nome da pessoa. Imediatamente será remetido, via correio, demorando de 4 a 8 dias para chegar no endereço indicado.

E-mail: genaura@hotmail.com

Um comentário:

  1. Genaura, no carnaval de 2005, estavamos no Grande Hotel de Araxá e pude sentir a alegria que vc irradiava.Entrei em uma sala onde vc dançava e seu rosto era só alegria, fiquei emocionada. No carnaval vc e seu Alfredo cantaram e brincaram muito. Fiquei apaixonada pela sua alegria e o brilho dos seus olhos. Vc passou, depois desse carnaval, a ser a minha musa. Não reclamo de mais nada, liuto de cabeça erguida pela vida. Para minha surpresa, no dia irmos embora, estávamos almoçando e vc foi até a minha mesa e me presenteou com seu livro “Pássaros sem asas, com uma linda dedicatória. Deus lhe pague pelo presente. Deus lhe pague pelo seu lindo bailar naquele salão. Deus lhe pague pelo carnaval. Só uma coisa me arrependo, não ter lhe dado um colar que eu estava usando e vc elogiou muito. Estavamos no elevador. Até hoje seu livro, é meu livro de cabeceira. Deus lhe pague, Maria Eduarda .
    eduarda.rc.ferreirs@gmail.com

    ResponderExcluir

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)