PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

domingo, 3 de junho de 2012

UNIVERSO EM VOCÊ




UNIVERSO EM VOCÊ
(Desconheço o autor)

Cuide de seus pensamentos,
Como quem cuida de um recém nascido.
Embale seus sonhos para presente,
Mas amarre as afrontas, as decepções.
Esqueça o mal que te fizeram.
Segue em frente, firme e  confiante!

Se um amor se foi, outros virão!
Se um emprego se perdeu,
Você pode até virar patrão!
Se uma porta se fechou,
Dezenas abrir-se-ão!

Mas, 
O fundamental, o mais importante,
Aquilo que realmente importa,
Deve ser tratado com carinho, 
Com respeito, como jóia rara,
 Que guardamos em caixa de veludo,
Assim como o jogador famoso
 Que segura as pernas,
Ou o pianista que cuida das mãos
 Com tanto zelo.

Assim, cuide dos seus PENSAMENTOS!
Vigie-os, segure-os, 
Não os deixem viajar sem rédeas!
Onde eles forem,
Levarão parte de você!

Onde eles se fixarem 
Transformar-se-ão em atitudes.
E atitudes mal pensadas geram arrependimento.
E arrependimento, é sempre sinônimo de DOR.

Cuide de você!
Zele pelos seus pensamentos!
O mais importante ainda é o ser maravilhoso,
Essa fonte inesgotável de recursos divinos,
Que é VOCÊ!

"Fundamental mesmo 
É aquilo que você pensa de si mesmo.
Por isso, não se limite, 
Nem se compare a ninguém,
Pois tudo aquilo que sonhar, 
Pode ser ainda muito melhor,
Porque em você,
 O UNIVERSO se expande em possibilidades."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)