PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DEONTOLÓGICOS DO DELEGADO DE POLÍCIA


DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DEONTOLÓGICOS DO DELEGADO DE POLÍCIA
(Genaura Tormin)

1º - Honra a teu Deus e a tua Pátria!

2º - Sê probo! Não te tornes carcereiro de ti próprio! Lembra-te de que serás exemplo a ser seguido e respeitado.

3º - Tua conduta moral será alicerce para coibir a antijuridicidade. Nunca serás punido se agires dentro dos parâmetros da legalidade e da integridade moral.

4º - Saibas ser brando e enérgico. Lembra-te de que teu cargo é de comando. Não exacerbes sem justa causa.

5º - Pensa antes de falar. Cumpre o que disseres. Evita a mediocridade.

6º - Acredita no teu trabalho. Prepara-te para ele. Ama a causa que escolheste. Usa-a em defesa da unidade da família, da paz, da ordem e do
soerguimento da sociedade.

7º - Comanda sem imposição. Combate o erro, mas elogia o certo. Cultiva sobre os teus subordinados superioridade intelectual e moral.

8º - Não te esqueças de que a indulgência faz parte da justiça. Sê firme, decidido, coerente e resoluto em quaisquer circunstâncias.

9º - Sê solidário com a tua classe. Jamais denigras teu colega para auferir vantagem. Cuida da boa reputação da Instituição Policial.

10º - Guia-te pelo bem. Ser Delegado é um misto de autoridade, coerência e competência. Não emitas juízos, nem formes convicções sem respaldo em provas.


Genaura Tormin - é delegada de polícia aposentada, escritora, poetisa e autora do livro Pássaro sem asas. Foi professora de Deontologia Policial e Organização na Academia de Polícia de Goiás de 1983 a 1992. Aposentada por tempo de serviço, ingressou no Judiciário Federal por concurso público em 1994, servindo no Tribunal Regional do Trabalho.

Um comentário:

  1. Oi, minha linda,
    Lendo esta Declaração de Princípios Deontológicos
    do Delegado de Polícia, cujo teor achei lindo e profundo, imaginei você no exercício de sua profissão e, pelo que já conheço sobre seus princípios de moral e ética, vejo-a perfeitamente enquadrada no caminho que escolheste para trilhar.
    Como gostaria de vê-la a exercitar suas funções.
    Mulher, mãe, delicada e sagaz, poeta e escritora. O que mais alguém gostaria de ser, além de tudo isso? Deus oportunizou a você vencer muitas barreiras que a própria sociedade impõe, muitas vezes. E aí está a heroína novamente! Genaura, você tem muita, muita luz!
    Que o Pai Celeste a guarde em Seu coração e a cubra com Seu manto de amor.
    Com um carinhoso beijo em seu coração.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)