PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

quarta-feira, 28 de março de 2012

MAROLA, VELEIRO E VENTO


 
MAROLA, VELEIRO E VENTO
(Genaura Tormin)

Céu azul,
Mar revolto,
Alcatifa dos sonhos meus!
Viajo no galope da saudade.
Volto no tempo!
Cheiro de maresia,
Marolas, veleiros...
Vento cantarolando
Na copa dos coqueiros...

O verde da esperança,
E eu, feito criança,
Correndo pela branca areia,
Às carícias das brumas fugidias,
E ao som da ventania.
Ah, eu era só alegria!

As ondas quedavam-se
Ante os pés andejos, dançarinos.
Em coro,
Pássaros entoavam hinos,
Em coloridos gorjeios.
O céu bordado de nuvens viajeiras.
Uma tela de rara beleza,
Numa manhã fagueira.

Hoje,
Desnudo de adereços,
O vento ainda canta para mim.
Parece que ouço o rumorejo,
Daquele vento gostoso,
Que me bordava de beijos.

4 comentários:

  1. Genaura, boa noite!
    Vim agradecer a simpática visita. Talvez o que lhe tenha chamado a atenção fosse o titulo do meu blog. Também publiquei um livro e, o Titulo é precisamente "Ave Sem Asas" e, embora parecidos os nossos títulos, creio que terão conteúdos bem diferentes. O seu "Pássaro Sem Asas", pelo que consegui compreender, tem a ver com a sua história de vida, no meu a ave sem asas, é o coração.
    Já ando por aqui há talvez 1 hora ou mais, e por isso me atrevi a comentar assim.

    Quero felicita-la pelo sucesso e desejo muita saúde hoje e sempre.

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  2. PARA VOCÊ
    (Maria Paraguassu)

    E eu volto no tempo
    E encontro uma pessoa
    Que jamais esquecerei.

    Gente de alma limpa,
    Como a alvura da manhã,
    Cuja brisa fresca e doce,
    Me beija o rosto como se fosse irmã.

    Lendo seus versos, me encanto,
    E fico pensando: será um anjo que assim
    escreve, linda poesia
    com cheiro de maresia?

    Encanto em prosa e verso
    É ela que assim se expressa.
    Bela flor, altaneira e forte,
    Que resiste a toda sorte.

    A tantas dores e percalços
    Que a vida, há tempos, lhe impôs.
    Oh! Amiga, tão querida,
    Guerreira desta sofrida vida.

    É prá você que eu faço este poema,
    Pois sei que seu coração é lema,
    De viver a vida
    Com alma de criança,
    Que busca sempre, na lembrança,
    Seus momentos de bonança.

    Com um grande beijo em sua alma,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  3. Em minha cesta de Páscoa, você encontrará muitos desejos para o amor e a felicidade, para a saúde e a prosperidade, para a sabedoria e o conhecimento, e para o prazer e o relax. Desejo a você saúde, felicidades, alegria, equilíbrio, harmonia e que consiga ir além das etapas ordinárias e descubra resultados extraordinários. Que continue tentando alcançar suas estrelas. Que realize seus sonhos. Que reconheça em cada desafio a oportunidade, e seja abençoado com o conhecimento de que tem a habilidade para fazer cada dia especial. Que tenha bastante riqueza para atender suas necessidades, e sempre lembre que o tesouro real da vida é o amor. Agradeço o seu carinho e agradeço por todas as maneiras que somos semelhantes e todas as maneiras que somos diferentes. Agradeço a Deus, do fundo do coração, com um sorriso interno que eu desejaria que todos pudessem ver... A Ressurreição do Mundo. Pois ainda não entendiam a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dentre os mortos... (João 20:9). Pela lei fundamental da natureza, todas as coisas se renovam constantemente, cumprem um ciclo e se renovam. Deus deu-nos as estações - cada uma com suas próprias belezas e razão, cada uma significando uma benção, uma alegria, e o sentimento do amor. Deus deu-nos sonhos - cada um com seu próprio segredo, cada um emitido para dar-nos sentimentos de inspiração, esperança, e tranqüilidade. Deus deu-nos a luz do sol, o arco-íris e a chuva, a beleza e a liberdade da natureza para ensinar-nos a sabedoria. Deus deu-nos milagres em nossos corações e vidas, coisas pequenas que acontecem no dia a dia, para nos lembrar que estamos vivos. Deus deu-nos a habilidade de enfrentar cada novo dia com coragem, sabedoria, e um sorriso de saber. Saber que seja o que tivermos que enfrentar é mais fácil com Deus habitando em nossos corações. Sobretudo, Deus deu-nos amigos para ensinar-nos sobre o amor e para guiar-- nos através deste mundo, e Ele está sempre disponível para ajudar-nos para uma compreensão maior e compartilhar e dar mais amor.

    Feliz Páscoa Genaura.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Genaura conheço muito de você e
    admiro muitíssimo sua história de vida.
    Seus poemas são plenos de sensibilidade e
    beleza!
    Beijos.

    ResponderExcluir

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)