PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!



FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!
(Genaura Tormin)

Mais um ano a juntar-se à história de nossas vidas!

Muitos acertos, muitos encontros, desencontros, lágrimas e sorrisos. Muitas experiências, conquistas, sucessos, amores que nos fizeram felizes. Muito aprendizado com as dificuldades que nos fizeram crescer! Muito ensinamento com as matérias benfazejas que tivemos a oportunidade de ler.

Se choramos, não importa! As lágrimas nos conduziram na busca de melhores caminhos. O sofrimento é sempre o condutor, o gestor de novos e profícuos passos. Resta-nos sempre AGRADECER.

A vida nos deixa sempre legados de dor e de alegria, tão indispensáveis à nossa evolução enquanto caminheiros desta estrada, além de melhorar a bagagem que aqui estamos a coletar.

É hora de reflexão! De balanço dos défices e créditos. É hora de apararmos arestas e agendar um porvir melhor. Que nesse Ano que se avizinha, possamos servir mais, amar mais, compartilhando o aconchego, o afeto, a poesia, na construção da paz.

Que o amor seja a palavra de ordem para amainar a dor, a droga, a corrupção, a fome, a violência ...

Que o destino da nação siga altaneiro rumo ao bem, gerido pela busca da paz. Como estamos precisando de PAZ!

É preciso inovar sempre! Eleger a bondade e deixar que o amor fale por nós. O resto será consequencia.

Agradeço o carinho de cada leitor que, no decorrer deste ano, aqui me brindou com a presença, valorizando os meus textos, incentivando-me na criação de outros mais. Que eles signifiquem sempre um plantio no compartilhamento do amor, acalentando a alma e o coração de quem os lê.

Agradeço, igualmente, pelos comentários deixados. São essas menções de carinho que me renovam a fé, a força e a vontade de viver. Vocês serão sempre o maior motivo que me leva a carpir versos, a galopar no dorso da poesia, que me dá tanta alegria, na tentativa de me construir melhor a cada dia.

Desejo que o ano de 2012 seja de muita paz, muitas conquistas no bem! Que a poesia se faça presente para azeitar a alma, acalentar os momentos desbotados que a vida nos oferece.

E, principalmente, que cada poeta use a sua voz, o seu espaço, o seu versejar, no exercício da função social, na incansável tentativa de melhorar o porvir.

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!!!!

2 comentários:

  1. Prazer receber vc, amiga!!

    Passando p/ te desejar um feliz natal, que a paz e a solidariedade te envolvam nesta data... Já te sigo!!

    ResponderExcluir
  2. Querida Genaura,
    Renovo nossos votos de muita paz e harmonia neste Natal. Que Jesus Menino se acerque de vocês e sua família, envolvendo-os com seu manto de amor e proteção. Que a felicidade seja uma constante em seu lar e que, em 2012 estejamos todos juntos novamente, a dar continuidade a esta maravilhosa experiência, que é vida. Que nosso aprendizado seja profícuo e nos abasteça de grandes ensinamentos de amor ao próximo e a Deus, nosso Pai Maior.
    Recebi-a hoje, como amiga no Facebook. Não imagina a minha alegria em ter você na rede social do Face, que reúne tantas pessoas do bem
    e que, também, passam seu amor e sua caridade aos outros. Fiquei muito emocionada com seu pedido de amizade. Adoro vocês. Ha! Esqueci de dizer que seus post de Natal está fantástico!
    Adorei, como adoro tudo o que você escreve.
    Amada, receba um grande beijo nessa alma linda.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)