PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

FLOR DO CERRADO


FLOR DO CERRADO

Eis um e-mail que recebi de um amigo!
Achei-o tão lindo, tão edificante, que o transcrevo aqui.
Acresci-me depois de sua leitura.
Acredito que é assim que somos construídos, lapidados...
Ao Wiliam, a minha gratidão, o meu carinho e o pacto de uma amizade eterna.
Obrigada muito pela paz que me passa e pela ternura que irradia. Sei que não mereço tanto, mas fico agradecida e feliz.
Beijos da Genaura Tormin

Eis o texto do Wiliam Machado:

GENAURA, FLOR DO CERRADO!

Minha querida amiga, confesso que tentei fazer uma poesia para expressar o quanto lhe quero bem, mas lamento reconhecer que não domino a arte de articular as palavras com conotação poética. Prefiro a escrita erudita, a que segue sequência pragmática e atribui sentido filosófico a hermenêutica clássica.

No fundo interpretativa como a poesia, porém, sem o atributo da rima. Ao meu jeito de escrever reitero minha gratidão por haver encontrado você nesse caminhar terreno.

Aparentando força do acaso, mas com fortes traços e/ou evidências subjetivas de reencontro de almas da mesma linhagem, nos deparamos numa das milhares de bilhões de trilhas da existência humana planetária.

Está escrito nos arquivos da Sabedoria Universal que teríamos esse novo encontro e dele devemos tirar melhor proveito possível, em condições especiais de roupagem externa e munidos de influência para importantes mudanças paradigmáticas.

Esteja certa que muitos ensinamentos seus foram e são de grande valia para um batalhão de alunos e ex-alunos de graduação e pós da área de saúde, inclusive, promovendo substantivas contribuições para o cuidado humano de muitas pessoas com deficiência, mundo afora.

Da mesma forma, tenho certeza que a recíproca foi verdadeira, quando aplicada aos inúmeros escritos seus e dirigidos aos mais diversos grupos sociais que precisavam despertar para questões afetas ao segmento de pessoas com deficiência.

Viu como tem sido benéfica nossa parceria? Entendo-a também como uma forma de resgate do não feito em vidas passadas, embora tivéssemos condições de fazê-lo noutras oportunidades. Nesse sentido, apoio-me em algumas correntes científico-filosóficas, entre as quais a teoria das cordas da física moderna para explicar o "aparente" acaso típico desses reencontros. Olha eu entrando na seara científica! Um hábito de pensar esquemas teóricos com coisas vivenciadas. Fazer o quê, é minha praia!!!

As mensagens de Natal fazem parte da melhor sintonia humana do Planeta. Nesse vórtice energético, melhor compartilhar da linguagem e atmosfera de AMOR disponível.
Assim, seleciono o melhor e compartilho com pares da atual passagem no mundo das formas. Uma forma de estar no mundo e dele tirar melhor proveito. Parto do princípio que o AMOR é a única coisa que se multiplica na proporção direta como se é compartilhado.

Quanto aos problemas com a LER, concordo que devas se poupar ao máximo. De natureza degenerativa ela precisa ser contida em sua evolução, e o melhor mesmo é respeitar seu processo. Apenas recomendo que não deixe de fazer a auto-hemoterapia.

Pode não representar mudanças objetivas do ponto de vista externo das funções corporais, mas é diferencial positivo para o que os olhos não percebem.

Olha, aprendi com meu Ser Interno que toda manifestação corporal na forma de doenças e/ou limitações funcionais, precisam ser compreendidas como processos de purificação benfazejos ao espírito.

Temos a eternidade para alcançar sabe-se lá o que em termos de evolução. Entreguemo-nos a LUZ! Afinal, o que se passa na matéria é muito efêmero para grandes preocupações.

Beijo fraterno.
Com carinho.

Wiliam

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)