PLANTIO

PLANTIO
PLANTIO
(Genaura Tormin)

Deus,
Senhor dos mares e montes,
Das flores e fontes.
Senhor da vida!
Senhor dos meus versos,
Do meu canto.

A Ti agradeço
A força para a jornada,
A emoção da semeadura,
A alegria da colheita.

Ao celeiro,
Recolho os frutos.
Renovo a fé no trabalho justo,
Na divisão do pão,
. E do amor fraterno.

domingo, 8 de maio de 2011

SAUDADES DE MINHA MÃE


SAUDADES DE MINHA MÃE
(Genaura Tormin)

Mãe,
Mais um tempo se passou!
Os olhos lacrimejam
E ferido está o coração.
A caminhada ficou dolorida,
Alcantilada e fria,
Sem rumo, nem direção.

Como sinto a tua falta!
O cansaço faz-se plangente,
E os passos trôpegos
Vão machucando a gente.

Ainda sou refém do tempo,
Argamassa do oleiro,
Na esperança de ser pássaro
E poder voar aos teus braços.

3 comentários:

  1. Oi Genaura!! Bom dia!!! Que linda a homenagem que vc fez á sua mãe!!!Um grande beijo em seu coração!!! E que Jesus te abençoe sempre!!!! Carinhosamente, Valéria

    ResponderExcluir
  2. Minha amada amiga,
    As mães são nossos anjos da guarda que Deus nos empresta para velar-nos e tentar fazer com que acertemos os caminhos da vida. São seres abençoados e devemos muito a elas. Também somos mães e sabemos muito disso, Embora, com atraso, devido a um problema que houve com as postagens e os comentários, por conta de um apagão no google, abraço-te com muito carinho pelo Dia dedicado às Mães. Estou com saudades de tua presença no meu blog, mas sei que estás numa correria em tua vida.
    Gosto demais de você.
    Um beijo em teu coração.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  3. Leio-te nas entrelinhas, poeta alada, premiada pela vitória interna consciente dos que souberam contornar as trilhas, aparando-lhes as arestas e buscando consertar tudo o que pudestes. Eu me orgulho de ser tua amiga e o que não diria tua mãe hoje ao ver-te trilhando forte sempre e sempre com amor. Eu te deixo um abração de irmã para lhe dizer conte comigo. Estarei ao teu lado. Beijos

    ResponderExcluir

O seu comentário significa carinho e aprovação. Fico cativada e agradeço. Volte sempre! Genaura Tormin

LEVE, LIVRE & SOLTA!


Sejam bem vindos!
Vocês alegram a minh'alma e meu coração.

Era uma luz no fim do túnel e eu não podia perder.
Era a oportunidade que me batia à porta.
Seria uma Delegada de Polícia, mesmo paraplégica!
Registrei a idéia e parti para o confronto.
Talvez o mais ousado de toda a minha vida.
Era tudo ou NADA!
(Genaura Tormin)


"Sou como a Rocha nua e crua, onde o navio bate e recua na amplidão do espaço a ermo.
Posso cair. Caio!
Mas caio de pé por cima dos meus escombros".
Embora não haja a força motora para manter-me fisicamente ereta, alicerço-me nas asas da CORAGEM, do OTIMISMO e da FÉ.

(Genaura Tormin)